HOME / Jean Piaget e a relação pedagógica na Educação

Jean Piaget e a relação pedagógica na Educação

sexta-feira, 13 de julho de 2018

TAGS: ,

Jean Piaget teve como preocupação central o “sujeito epistêmico”, isto é, o estudo dos processos de pensamento presentes desde a infância inicial até a idade adulta. Assim, sua obra mostra como o conhecimento se desenvolve desde as rudimentares estruturas mentais do recém-nascido até o pensamento lógico formal do adolescente. Seus registros fizeram a diferença na área pedagógica, pois permitiram compreender como o ser humano constrói seu pensamento.

Piaget observou que existem formas diferentes de interagir com o ambiente nas diversas faixas-etárias, estas maneiras típicas de agir e pensar ele denominou estágio. Estes estágios são divididos em: o sensório-motor (0 –2 nos); pré-operacional (2 – 7 anos), operacional concreto (6-7 anos, 10-12 anos) e o operatório formal ou hipotético dedutivo (após 12 anos). Podemos dizer que cada fase corresponde a determinadas características que são modificadas em função de uma melhor organização. A transição entre os estágios acontece de forma gradual. Suas pesquisas e descobertas serviram como base para a elaboração de planejamentos que auxiliam o trabalho em diversas Escolas de Educação Infantil gratuitas e particulares.

A importância da teoria de Piaget nos tempos atuais é a afirmação de que todas as pessoas, independente de sexo, raça, cor etc., estão permanentemente conhecendo e compreendendo o mundo no qual vivem e produzindo um determinado conhecimento sobre ele, ou seja, o indivíduo modificando o meio e o meio modificando o indivíduo. Dessa forma, fica clara a importância de oportunizar uma Educação de qualidade para todos, com estímulos ao desenvolvimento e assim criar um mundo onde cada indivíduo torne-se mais autônomo.

– por Isis Flora
Gerente de Conteúdo da Rede Cruzada

Compartilhar:

DEIXE SEU COMENTÁRIO

comments