HOME / 21 Anos do Plantando o Amanhã: histórias de transformação – Cássio Padovani

21 Anos do Plantando o Amanhã: histórias de transformação – Cássio Padovani

terça-feira, 19 de setembro de 2017

TAGS:

Cruzada do Menor, Unidade Plantando o Amanhã, Rio de Janeiro, RJ, foto de Daniela Dacorso

Cássio Padovani é ex-Aluno do curso profissionalizante de Jardinagem no Plantando, conseguiu seu primeiro emprego no Shopping Nova América. Desde então, continua os estudos e faz carreira no grupo Ancar.

“Minha relação com o Plantando começou em 2003, quando tinha 17 anos. Eu era camelô na Uruguaiana e, na época, morava em Del Castilho com meus pais e tive a oportunidade de fazer o curso de jardinagem oferecido pelo Plantando o Amanhã.

O curso teve duração de seis meses, com outros seis meses de estágio na jardinagem do Shopping. Ao longo do curso, sempre que havia uma vaga temporária no Nova América, os alunos da Cruzada eram indicados para a oportunidade. Foi nessa época que eu participei de um processo seletivo e passei para cobrir as férias de um office boy.

Após um mês como temporário, fui contratado como boy; depois fui para a sede, na Ancar, como assistente administrativo e, depois, voltei para o Nova América como assistente de informática. Fui também assistente financeiro, de contas a pagar, faturamento, analista financeiro, até que virei supervisor de auditoria e fui transferido para um shopping do grupo, em Fortaleza. Hoje eu trabalho na área administrativa do Botafogo Praia Shopping. Já são 11 anos nesse caminho.

Ao longo desse processo, eu terminei os estudos, ingressei na faculdade de ciência da computação e, hoje, faço pós-graduação em gerenciamento de projetos na UFRJ. Todos sempre me incentivaram a estudar, a não desistir e tive ajuda de muita gente – tanto na empresa quanto no Plantando o Amanhã. Eu costumo dizer que, para mim, a Cruzada foi uma oportunidade de ouro e convém a cada um aproveitar as oportunidades. As portas se abrem, mas é você quem tem que entrar. Desde então, eu dou o máximo de mim.

Sempre que tem eventos na Cruzada faço questão de estar presente e se o Nova América precisar de mim, eu venho, porque tudo isso aqui faz parte da minha história. Aqui construí relações sólidas, conheci minha esposa e tenho amigos que fizeram o curso comigo que levo para sempre. O curso de jardinagem que eu fiz aqui me acrescentou muito como pessoa. Não só para valores de trabalho, apesar de serem bastante rígidos, mas principalmente me ensinou muita coisa do dia a dia, de como viver a vida de uma forma digna, de respeitar o próximo.

Aqui, você faz parte de um todo”.

Compartilhar:

DEIXE SEU COMENTÁRIO

comments